Rede Social: FACEBOOK TWITTER Instagram Instagram

Notícias | Voltar

AVICULTURA: Comissão da FAEA se reúne para apresentar demandas do segmento à secretaria de produção rural do Estado

Data: 18/01/2019 12:08

Após encontro com os piscicultores, foi a vez dos avicultores se reunirem na sede da FAEA, na quarta-feira (16) para apresentar os principais gargalos do segmento e demandas para o novo secretário de produção rural do Amazonas, Petrúcio Magalhães. Esta foi a primeira reunião da comissão de avicultura da FAEA, em 2019.

As demandas dos produtores foram ouvidas e anotadas pela equipe da Sepror e servirão de base para o plano de ação que será montado para alavancar a produção de ovos no Estado.

“A ideia é fechar parcerias com instituições como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)”, destacou o secretário.

Segundo o presidente da FAEA, Muni Lourenço, o Encontro realizado pelo Secretário Petrúcio Magalhães com a Comissão de Avicultura da FAEA proporcionou a possibilidade inédita de um planejamento da gestão pública contemplando os anseios do setor produtivo. “O Amazonas tem um polo de avicultura de postura que é o quinto maior do Brasil e gera mais de 3.500 empregos diretos e que com mais apoio poderá avançar ainda mais”, destacou.

Segmento em expansão

Dados do censo agropecuário (2016-2017) apontam que em 10 anos houve um aumento de 137% na produção de avicultura no amazonas. Em 2019, a perspectiva, segundo o engenheiro agrônomo do IDAM, Sebastião Mendonça, é de que os números sejam ampliados com a instalação de aproximadamente 444 criadouros, a criação de 2.479 milhões de aves e a produção de 1,2 milhão de caixas de ovos.


Texto: ASCOM – Sistema FAEA/SENAR-AM/ FUNDEPEC-AM

Jornalista responsável: Juliana Geraldo

Crédito de imagem: Divulgação/SEPROR

Contato: 3198-8414

comunicacao@faea.org.br

https://www.facebook.com/FAEA.AM

FAEA -Todos os Direitos Reservados - 2013
Rua José Paranaguá n- 435, Centro | Fone: (92) 3198-8400