Rede Social: FACEBOOK TWITTER Instagram Instagram

Notícias | Voltar

Em parcerica com o FUNDEPEC/AM, Adaf inicia vacinação em bovinos e equídeos contra raiva em Novo Airão e Barcelos nesta quarta-feira (13)

Data: 13/12/2017 16:43

Dentro do trabalho de defesa à saúde animal, o novo governo do Amazonas, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (ADAF), órgão vinculado ao Sistema Sepror, vai imunizar bovinos e equídeos contra raiva nos municípios de Novo Airão e Barcelos a partir desta quarta-feira (13/12). Ao todo mil doses de vacinas foram encaminhadas para Novo Airão e 200 para Barcelos. Dois médicos veterinários da Adaf de Manaus irão para Barcelos e mais um médico veterinário e um técnico agropecuário de Manacapuru para Novo Airão.

De acordo com o diretor-presidente da Adaf, Sergio Muniz, esta é uma ação estratégica de prevenção e controle que será intensificada nessas regiões, após confirmação de duas mortes no Estado do Amazonas, por mordidas de morcegos, na comunidade Tapira, em Barcelos e que foram diagnosticadas com raiva humana. O laudo desta confirmação foi feita pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), laboratório referência para doenças infeccionais no Brasil, que divulgou o resultado positivo para raiva humana.

“Nossa equipe já está mobilizada para este trabalho preventivo, com o bloqueio vacinal (imunização), no sentido de evitar a contaminação em animais de produção e que não possa causar mal à saúde pública”, comentou Sergio Muniz.

Na última sexta-feira (08/12), o Sistema Sepror, por meio da Secretária de Produção Rural do Amazonas e a Adaf reuniu com a Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) e definiu que iniciaria a vacinação durante esta semana em bovinos e equídeos nessas regiões, além de promover ações de educação sanitária com palestras, no intuito de orientar produtores rurais e a população como toda sobre a raiva em herbívoros e a distribuição de material informativo.

Sobre as doses de vacina- As doses das vacinas são uma aquisição da Agência de Defesa Agropecuária do Amazonas (Adaf) em parceria com o Fundo de Defesa Agropecuária do Estado do Amazonas (Fundepec), criado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), que atualmente é um apoio financeiro com recursos oriundos de contribuições, doações e subvenções de associações de produtores rurais, empresas agropecuária, industriais, comerciais e de entidades privadas para garantir o desempenho das ações de defesa sanitária animal de eventuais prejuízos para proteger o rebanho.

Segundo o gerente executivo do Fundepec-AM, Marco Pinheiro, este fundo financeiro foi criado especificamente para trabalho de erradicação da febre aftosa no Estado do Amazonas, que tem caráter indenizatório para os produtores rurais, no caso de eventuais ocorrências de rebanhos serem foco de febre aftosa e pudessem gerar o sacrifício de animais e consequentemente prejuízos.

“Este é um apoio que o Fundepec está disponibilizando para a Adaf com a compra das vacinas, através das contribuições que obtivemos durante este ano para a erradicação da febre aftosa. Os 50% do fundo foram direcionados para esta ação de prevenção contra a raiva. O fundo existe justamente para essas situações de caráter emergenciais”, comentou.

A criação do fundo foi uma das exigências do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a elevação do Amazonas como área livre de febre aftosa. “O Fundepec enquanto fundo emergencial privado cumpre uma imprescindível atribuição de garantir indenizações em casos de eventuais focos de aftosa e também de apoiar o fortalecimento do serviço de defesa agropecuária, principalmente no controle De enfermidades animais”, comentou o presidente da Faea, Muni Lourenço Silva.


TEXTO: como informações

FAEA -Todos os Direitos Reservados - 2013
Rua José Paranaguá n- 435, Centro | Fone: (92) 3198-8400